O bloqueio econômico ao Catar termina – a Copa do Mundo de 2022 é uma verdadeira Copa do Mundo Árabe!

By Ucatchers Futebol internacional

Com o aumento da cooperação regional após o fim do bloqueio econômico ao Catar, que impacto isso terá na Copa do Mundo de 2022?

Na semana passada, um bloqueio econômico de três anos e meio ao Catar pela Arábia Saudita e três de seus aliados regionais chegou ao fim.

O fim das restrições significa que os laços diplomáticos e econômicos regionais serão restaurados entre o Catar e seus países vizinhos. E esse desenvolvimento terá impacto também no futebol, principalmente na Copa do Mundo de 2022.

O Catar, que receberá a primeira Copa do Mundo a ser realizada no mundo árabe, tem se esforçado muito para se preparar para o evento. Eles já inauguraram quatro dos oito locais planejados para a Copa do Mundo, além de projetos de infraestrutura relacionados, incluindo extensões de linhas de metrô e muito mais.

Escolhas dos editores

Os estádios apresentam tecnologia de ponta, como Advanced Cooling Tech e muito mais. É seguro dizer que, pelo que foi visto, os estádios impressionantes foram criados para oferecer aos torcedores uma experiência memorável na Copa do Mundo.

O restante das instalações também está progredindo dentro do cronograma, junto com outros projetos relacionados. O fato de o Qatar ter conseguido tudo isso ao mesmo tempo em que foi pego no meio de uma pandemia global diz muito sobre sua resiliência.

Com o inconveniente adicional do fim do bloqueio econômico, a nação do Oriente Médio terá esperança de intensificar seus preparativos para a Copa do Mundo de 2022 a sério.

Estádio Al Rayyan, Catar

O Supremo Comitê de Delivery & Legacy (SC), órgão responsável pela entrega da Copa do Mundo de 2022, sempre defendeu que a Copa do Mundo de 2022 foi um torneio que vai unir o mundo, principalmente em uma situação pós-pandêmica.

A pandemia Covid-19 afetou a vida em todo o mundo com grandes eventos, incluindo os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 adiados. A Copa do Mundo de 2022 seria um dos maiores eventos esportivos que daria aos fãs um motivo para comemorar em um mundo que, esperançosamente, até então, teria tido acesso à vacina Covid-19.

Hassan Al Thawadi, Secretário Geral do SC, disse anteriormente (durante uma conversa com James Worrall, CEO e Fundador de Líderes): “Pode parecer idealista, mas Covid-19 nos fez perceber que somos todos criaturas sociais. O impacto em a nossa saúde mental, a incerteza, o distanciamento social, a impossibilidade de nos relacionarmos – todos sentem falta da interação humana. Sempre sonhei grande e disse que esta é uma Copa do Mundo para unir as pessoas – e Deus sabe, depois de Covid, nós temos que voltar juntos. Precisamos superar isso e comemorar coletivamente durante o Qatar 2022. “

Al Thawadi também expressou esperança de que o bloqueio econômico imposto ao Catar acabaria em breve, ajudando-os a celebrar a primeira Copa do Mundo no Oriente Médio de uma maneira verdadeiramente condizente com seus vizinhos.

“O apoio do povo da região – notadamente os países que estão bloqueando – está lá. As pessoas estão muito entusiasmadas com o torneio. Espero que os países que estão bloqueando removam as restrições de viagem. Não há restrições do Catar. Espero que eles as removam pelo que é uma vez uma oportunidade única para as pessoas de nossa região. “

Agora que o bloqueio chegou ao fim, parece que o desejo de Al Thawadi está se tornando realidade.

Infantino Qatar 1920 x 1080

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, também afirmou após o término do bloqueio que o futebol vai unir a região. “O futebol mostrou ao longo desta crise que é uma plataforma única de troca para as pessoas do Golfo e estou certo de que o jogo continuará a unir a região no futuro próximo”, disse o dirigente suíço.

A cooperação entre Catar e Arábia Saudita já começou a se manifestar no cenário esportivo. Com os dois países disputando os direitos de sediar os Jogos Asiáticos de 2030 inicialmente, eles decidiram recentemente chegar a um acordo com Doha como anfitriã do evento de 2030 e Riad como anfitriã da edição de 2034.

Enquanto o Catar continua a construir um legado com seu objetivo declarado de ‘Entregar Incrivelmente’ para a Copa do Mundo de 2022, a cooperação em perspectiva de seus vizinhos será um grande impulso para seu trabalho na Copa do Mundo, com o evento a menos de dois anos de distância.

Casino/Marcador Opinion Bono Reseña Visita
30 rodadas grátis no seu primeiro depósito Reseña Visita
100% até $100 para apostas e 100% até $500 para o cassino Reseña Visita
100% Bónus Primeiro Depósito € 250 Reseña Visita
100% de bónus até € 100 apostas e até de € 1.750 + 290 rotações livres Reseña Visita
Você recebe um bónus de 100% até € 100 Reseña Visita

Deixe um comentário